Criar um perfil no Instagram para a igreja é o primeiro passo para marcar presença na quarta rede social mais popular do Brasil, segundo dados da pesquisa Digital 2021. Desde seu lançamento, em 2010, o Instagram não para de crescer e incorporar novas funcionalidades. A plataforma, que começou como uma ferramenta para publicação de fotos com filtros, hoje tem recursos para a publicação de conteúdos efêmeros, criação de canais de vídeo e de edição de vídeos curtos dinâmicos, rivalizando diretamente com redes como Snapchat, YouTube e TikTok, respectivamente.

Por fornecer múltiplas possibilidades para criação, o Instagram se transformou em um grande hub de conteúdo para marcas, influenciadores digitais, pessoas comuns e – por que não? – também para igrejas que querem expandir o alcance das próprias ações e da mensagem do Evangelho. Sabendo disso, explicamos neste post as principais coisas que você precisa saber e fazer para atuar com relevância na rede social. Continuando a leitura, você descobrirá:

  • Os primeiros passos para a configuração de um perfil no Instagram;
  • Os principais recursos do Instagram;
  • Os elementos fundamentais de um planejamento de estratégia de conteúdo;
  • Os melhores horários para postar no Instagram da igreja;
  • Mais de 25 ideias de post para o perfil da sua igreja.

Confira a seguir.

Primeiros passos para criar um Instagram para igreja

1. Download do aplicativo do Instagram

O primeiro passo para criar um Instagram para a igreja é fazer o download do aplicativo, disponível nas lojas App Store, para quem é usuário de iPhone, e Google Play Store, para quem tem um celular com Android. Após a instalação, você deve abrir o app e tocar no botão “Cadastre-se”. É possível criar uma conta a partir da inserção de um número de telefone ou endereço de e-mail. Outra opção é associar o cadastro ao perfil da igreja no Facebook.

O primeiro passo para criar um Instagram para igreja é baixar o app e fazer login
O primeiro passo para criar um Instagram para igreja é baixar o app e fazer login. Foto: Reprodução/Pexels

O processo de criação de conta é simples, bastando seguir as instruções do Instagram. No entanto, é importante que, após a finalização do cadastro, você migre da conta pessoal para a conta de criador de conteúdo. Ela oferece ferramentas especiais para o monitoramento do crescimento do perfil e também fornece acesso ao Estúdio de Criação, solução do Facebook para programação de posts.  

2. Escolha do username (@)

Durante o processo de cadastro, o Instagram pedirá para você escolher um nome de usuário – o famoso “arroba” (@). É por meio do username que as pessoas vão localizar e taggear (marcar) a sua igreja no Instagram e, por isso, o nome deve ser escolhido com bastante atenção. O ideal, se possível, é usar o mesmo username adotado nas demais redes sociais, para padronizar a comunicação. 

3. Definição da bio 

A biografia ou bio é a seção do perfil na qual sua igreja se apresenta aos usuários da rede social. Para escrever uma boa biografia para Instagram de igreja, é preciso ter em mente duas coisas: objetividade e uso estratégico dos links.

Bio do Instagram
Bio do Instagram. Foto: Reprodução/Freepik

3.1 Objetividade

A bio é um espaço curto e limitado a apenas 150 caracteres. Isso significa que você deve descrever a igreja de forma objetiva. Resuma, em poucas palavras, a missão do seu ministério. Aliás, se a igreja tem um slogan, esse é o momento de usá-lo. Após se apresentar brevemente, é interessante inserir informações sobre os principais dias e horários de culto. Quanto ao endereço, deixe para inseri-lo nas informações de contato.

Perfis no Instagram das igrejas YAH Church e Abba Pai Church
Perfis no Instagram das igrejas YAH Church e Abba Pai Church. Foto: inChurch

Para inspirar você, separamos dois exemplos de biografia para Instagram de igrejas. A Abba Pai Church, cliente inChurch, resumiu a própria missão em apenas cinco palavras: “Restaurando a identidade de filhos”. Logo abaixo, informou os horários dos cultos de domingo. Já a YAH Church, também cliente inChurch, preferiu transformar o próprio slogan em uma hashtag: #AtéQueoMundoTodoOuça.

3.2 Uso estratégico dos links 

A bio do Instagram é um dos poucos lugares em que é possível inserir links clicáveis na rede social. Sabendo disso, use o recurso com sabedoria. Uma forma de fazê-lo é recorrer a serviços como o Linktree, que permite divulgar uma série de endereços online em um mesmo lugar. Desta forma, você aproveita o famoso “link na bio” para divulgar não apenas uma única URL, mas o site da sua igreja, o canal no YouTube, o link para inscrição no culto presencial, as demais redes sociais, entre outros links.

Recursos do Instagram

Do ponto de vista dos usuários, o Instagram é uma rede social simples e intuitiva. Para quem cria conteúdo de forma profissional, por outro lado, não basta saber navegar pela plataforma. É preciso entender o que são e para que servem os recursos do Instagram. Pensando nisso, listamos cinco grandes áreas da rede social e explicamos o funcionamento de cada uma delas.

Feed do Instagram da inChurch
Feed do Instagram da inChurch. Foto: inChurch

Feed

O feed é a página principal do seu perfil. Trata-se de uma grade de conteúdos que reúne fotos (estáticas ou animadas), vídeos de até um minuto e carrosséis (sequência de até 10 fotos). É importante esclarecer que, após postar o conteúdo, não é possível mudar a ordem das publicações.

Por isso, pense bem na composição que você quer criar e, se necessário, use aplicativos como UNUM e Preview para planejar um feed visualmente harmônico. Lembre-se de que ele é primeira impressão que os usuários têm do seu perfil.

Stories

O Instagram Stories é uma ferramenta para a publicação de conteúdos efêmeros, que desaparecem após 24 horas. Com fácil acesso, os stories ocupam o topo da página do aplicativo e são os queridinhos dos usuários da rede social: segundo dados do próprio Instagram, mais de 500 milhões de pessoas interagem com os Stories todos os dias.

Versáteis, as histórias do Instagram permitem combinar filtros e recursos como enquetes, testes e caixas de perguntas para criar conteúdos totalmente personalizáveis. O formato, de rápido consumo, pressupõe o uso de uma linguagem mais descontraída, sendo ideal para apresentar conteúdos humanizados, como relatos pessoais, bastidores e assuntos do cotidiano, o que colabora para o desenvolvimento de um relacionamento interativo com a audiência.

Vale lembrar que, apesar de desaparecerem após 24 horas, é possível salvar os stories em destaques no perfil. Os destaques para Instagram de igreja ficam disponíveis por tempo indeterminado e podem ser agrupados por categorias como “Agenda”, “Ministério Infantil”, “Ministério de Mulheres”, “Ação Social”, entre outras.

IGTV

O IGTV é o canal de vídeos no Instagram. Para contas comuns, ele permite publicar vídeos de 1 a 15 minutos, enquanto contas verificadas ou com mais de 10 mil seguidores podem publicar vídeos de até 60 minutos. Como foi desenvolvido para celulares, o IGTV privilegia vídeos no formato vertical. Vídeos horizontais também são permitidos, mas não ocupam a tela inteira. Vale ressaltar que, se a igreja quiser explorar esse canal, precisará desenvolver conteúdos audiovisuais mais aprofundados e melhor produzidos.

Reels

Rival direto do TikTok, aplicativo chinês muito popular entre o público adolescente, o Reels é a seção do Instagram dedicada à criação de vídeos curtos e criativos. Com o recurso, é possível gravar clipes, combiná-los e adicionar a eles efeitos visuais e sonoros – tudo isso dentro do próprio app. Os vídeos ficam salvos em uma guia especial do perfil, e também são exibidos para toda a comunidade de usuários do Instagram.

O Instagram Reels oferece uma série de possibilidades para as igrejas. Elas podem publicar conteúdos divertidos ou reproduzir tendências para se aproximar do público jovem, aproveitar o alcance da ferramenta para postar trechos impactantes de determinado sermão e fazer teasers dinâmicos de conferências ou eventos. Outra alternativa é responder, em vídeo, dúvidas enviadas por meio da caixinha de perguntas (que precisa ser aberta no Instagram Stories).

Guias

As guias do Instagram são uma funcionalidade que permite reunir vários conteúdos sobre um mesmo tema em só lugar. É possível agrupar publicações do feed, IGTV e Reels em uma só aba, de forma que o público consegue localizar os assuntos por título e acessar os posts de maneira muito mais prática e organizada. As guias são especialmente úteis para igrejas que têm editorias de conteúdo bem definidas (falaremos sobre isso adiante).

Planejamento de estratégia de conteúdo para Instagram de igreja

A produção de conteúdo no Instagram precisa ser estratégica. Criar posts conforme as ideias que vêm à mente pode até funcionar em um primeiro momento, mas, sem uma estratégia para o uso da rede social, dificilmente será possível construir uma comunicação bem direcionada.

Além disso, se a igreja não traçar objetivos, como poderá atingi-los? Para te ajudar, listamos abaixo cinco elementos fundamentais para o planejamento da estratégia de conteúdo da sua igreja no Instagram.

Bloco de notas, papéis amassados e lápis
Definir uma estratégia de conteúdo é fundamental para o sucesso do Instagram da sua igreja. Foto: Reprodução/Unsplash

1. Definição de objetivos e metas

O primeiro passo para traçar uma estratégia de conteúdo no Instagram é definir o objetivo da sua igreja na rede, ou seja, onde ela quer chegar. É importante lembrar que esse objetivo deve estar subordinado aos objetivos do ministério de comunicação, que por sua vez devem estar sujeitos aos objetivos gerais da igreja.

É possível estabelecer objetivos como:

  • Ser referência em determinado assunto;
  • Educar a membresia com conteúdos educativos;
  • Gerar tráfego para o blog da igreja;
  • Evangelizar e atrair visitantes.

Uma vez definidos os objetivos, é preciso traçar metas que ajudarão a atingi-los. Para isso, recomendamos que você siga a metodologia SMART, na qual cada letra representa da sigla uma característica que a meta deve ter.

Infográfico detalha a metodologia SMART, usada para a definição de metas
Conceituação das metas SMART. Foto: inChurch

Imagine, por exemplo, que o objetivo da sua igreja no Instagram é evangelizar e atrair visitantes para o templo. Entre as metas SMART que podem colaborar para o atingimento desse objetivo estão:

  • Alcançar X mil pessoas no primeiro semestre de 2021;
  • Ampliar a comunidade online e atingir a marca de X mil seguidores até dia/mês/ano;
  • Atingir a marca de X inscritos vindos do Instagram no formulário de cadastro de visitantes.

Após definir as metas, lembre-se de monitorar as métricas (alcance, impressões, curtidas, comentários, salvamentos, compartilhamentos, número de visualizações de vídeos, entre outras) que são determinantes para a igreja chegar aos resultados esperados. É importante que o monitoramento seja periódico (semanal, mensal, trimestral etc), para que você possa ter noção se está próximo ou distante das metas estabelecidas.

2. Definição de público-alvo

Na tentativa de cumprir o ide e alcançar o maior número de pessoas possível no Instagram, muitas igrejas deixam de definir um público-alvo. Acontece que, em vez de ajudar o ministério a falar com todos, isso só contribui para a falta de direcionamento na comunicação, que acabará sendo pouco efetiva.

Ao planejar a estratégia de conteúdo para o Instagram da sua igreja, converse com a liderança e defina o perfil das pessoas que o ministério quer alcançar com a rede social. É importante responder às seguintes perguntas:

  • Qual o gênero das pessoas?
  • Qual a faixa etária delas?
  • Onde essas pessoas vivem?
  • Em que estágio da caminhada cristã elas se encontram?
  • Quais as dores e necessidades delas?
  • Que conteúdos elas consomem online? E de que conteúdos elas não gostam?
  • Qual o comportamento delas no Instagram?
Homem segurando dardo sobre alvo
A definição de público-alvo moldará a voz e o tom usados nas publicações do Instagram da igreja. Foto: Reprodução/Freepik

Vale lembrar que o público-alvo influencia a escolha da voz usada nas comunicações na igreja no Instagram. Um ministério que quer atingir adolescentes recém-convertidos, por exemplo, pode empregar uma voz engraçada, irreverente e entusiasmada. Se a igreja deseja alcançar adultos de 35 a 50 anos maduros na fé, por outro lado, pode falar de forma séria, respeitosa e prática.

3. Definição de frequência de postagem

É fundamental estabelecer e cumprir uma frequência de publicação no Instagram da sua igreja. Isso não significa que você precisa postar todos os dias, mas sim que deve ser constante na publicação de conteúdos.

Com uma frequência bem definida, você educa a audiência a esperar por posts em determinados dias da semana e aparece de forma regular no feed do público.

Para definir a frequência, considere a disponibilidade da equipe de comunicação, os dias nos quais sua audiência apresenta maior atividade online e entenda também o ritmo com que ela consome conteúdos digitais.

4. Definição de editorias

Editorias são seções dedicadas à cobertura de determinado assunto. Nos jornais impressos e portais de notícia, a divisão de matérias por editorias facilita a identificação de temas por parte dos leitores, a produção de conteúdo e a distribuição de trabalho entre os jornalistas da redação.

Por isso, recomendamos que você faça algo semelhante no Instagram da sua igreja. Selecione, conforme a frequência de publicação, temas para abordar ao longo da semana e explore-os a partir de diferentes formatos. Entre os temas que podem configurar editorias estão:

  • Fé;
  • Cosmovisão cristã;
  • Vida cristã;
  • Devocional;
  • Missões.
Jornal impresso
Editorias são seções dedicadas à cobertura de determinado conteúdo, como nos jornais impressos. Foto: Reprodução/Unsplash

Vale também criar editorias específicas para a realidade da sua igreja, como “Dica do Pastor” e “Empreendedorismo no Reino de Deus”. Após definir os assuntos que serão tratados, é hora de escolher um dia para a abordagem de cada um deles. Por exemplo: devocionais serão postados sempre às segundas-feiras; conteúdos sobre fé, às quartas; relatos da vida cristã, às sextas, e daí por diante.

Seguindo essa dica, você terá uma grade de conteúdo organizada, e a pergunta “O que postar no Instagram da minha igreja?” será cada vez menos frequente.

5. Criação de calendário editorial

Agora que você já definiu as editorias de conteúdo e a frequência de publicação, chegou a hora de montar um calendário editorial. Este nada mais é do que um cronograma de postagem para o Instagram da igreja. Ele ajuda a acompanhar prazos, esclarecer a distribuição de tarefas e controlar a produção e publicação de conteúdo. Um calendário editorial precisa conter: 

  • O tema de cada conteúdo;
  • A editoria à qual o conteúdo pertence;
  • A data e o horário da publicação do conteúdo;
  • O formato do conteúdo (vídeo no IGTV, carrossel, stories etc);
  • O responsável pela criação do conteúdo;
  • O status (a fazer, em andamento, feito, publicado). 
Calendário ao lado de bloco de notas
Criar um calendário editorial é muito importante para organizar as postagens do Instagram da igreja. Foto: Reprodução/Unsplash

Você pode montar seu calendário editorial em uma planilha, mas recomendamos que utilize ferramentas próprias para gestão de projetos e equipes, como Trello e ClickUp. Com interface simples e intuitiva, elas permitem criar tarefas, atribuir responsáveis para cada uma delas, categorizá-las com etiquetas inteligentes e definir prazos. 

Melhores horários para postar no Instagram da igreja

Muito se fala a respeito dos melhores horários para postar no Instagram, ou seja, os horários que tendem a gerar mais engajamento. Alguns apontam o fim da manhã; outros, o fim da tarde. As indicações também variam conforme o dia da semana, o que gera uma extensa tabela com uma série de dias e horários a serem memorizados.

O problema em fornecer uma resposta única à pergunta “qual o melhor horário para postar no Instagram?” é que cada segmento atende a públicos com perfis e preferências de consumo muito distintos.

Instagram Insights mostra métricas do perfil
Instagram Insights mostra métricas do perfil. Foto: Reprodução/Unsplash

Sendo assim, para saber quais os melhores dias e horários para publicar conteúdos no Instagram da sua igreja, você precisa conhecer o comportamento do público que acompanha o seu ministério. Uma das melhores formas de fazê-lo é por meio do Instagram Insights, recurso disponível apenas para contas comerciais ou de criadores de conteúdo.

Para acessá-lo, basta abrir as configurações do aplicativo, tocar em “Insights” e selecionar a aba “Público”. No final da tela, você verá um gráfico que indica os horários e dias de maior atividade dos seus seguidores na plataforma.

Com essas informações em mãos, comece a fazer testes. Experimente publicar os conteúdos em diferentes dias e horários e lembre-se de monitorar os resultados obtidos em cada ocasião. Só assim será possível concluir quais são, de fato, os melhores horários para postar no Instagram da sua igreja.

O que postar no Instagram da igreja?

Com tantos recursos disponíveis, o Instagram oferece uma série de possibilidades para igrejas, ministérios e produtores de conteúdo cristão. Pensando nisso, separamos mais de 25 ideias de posts para o Instagram da sua igreja. Lembre-se de adequá-las aos objetivos, às editorias e à voz do seu ministério na rede social.

Homem usando celular
Manter uma boa frequência de publicações é fundamental para o engajamento no Instagram da igreja. Foto: Reprodução/Unsplash

Conteúdo interativo

1. Como podemos orar por você?

Poste uma arte gráfica com a pergunta “Como podemos orar por você?”. Você pode usar fotos de pessoas da sua igreja orando umas pelas outras, se houver.

2. Qual é a sua música de adoração favorita? 

Publique uma enquete no Instagram Stories com a pergunta acima. Use as respostas para criar uma playlist com todas as músicas e compartilhá-la em um novo post. 

3. Qual o seu versículo favorito quando…?

Poste uma arte gráfica com a pergunta “Qual é o seu versículo favorito quando ___________ (você está feliz, triste, sem esperanças, ansioso etc.) e por quê?”. Você pode transformar este post em uma série de conteúdos, alterando apenas o adjetivo. A ideia também vale para o Instagram Stories. Neste caso, use a caixinha de perguntas.

4. Gratidão

Poste uma arte gráfica com a frase “Pelo que você é grato hoje?” e estimule as pessoas a compartilhar a resposta nos comentários. A ideia também vale para o Instagram Stories. Neste caso, use a caixinha de perguntas.

5. Como você conheceu Jesus?

Poste uma arte gráfica com a pergunta acima e deixe que as pessoas compartilhem testemunhos nos comentários. 

6. Personagens bíblicos favoritos

Publique uma caixa de perguntas com a questão “Qual é o seu personagem bíblico favorito e por quê?”. Compartilhe as respostas mais interessantes. Você também pode utilizá-las como inputs para criar conteúdos como “5 lições que aprendemos com o personagem bíblico X”.

7. Quizzes sobre o sermão

Após o culto de domingo, publique, no Instagram Stories, uma sequência de posts com quizzes para testar o conhecimento das pessoas a respeito do tema que foi tratado no sermão. O mesmo pode valer para as classes de escola bíblica.

Conteúdo institucional

1. Missão, visão e valores

Faça uma série de posts dedicada a explicar a missão, a visão e os valores da igreja, Você pode seguir o formato carrossel (produção mais prática e consumo mais rápido) ou produzir vídeos para o IGTV (produção mais trabalhosa e que exige mais tempo para consumo).

2. Agenda da semana

Publique, em uma só imagem, a agenda semanal da igreja. Neste caso, o formato mais recomendado é o Instagram Stories, que permite criar destaques no perfil. Assim, o usuário poderá acessar facilmente a programação da igreja, e o feed não ficará poluído com publicações semanais idênticas. 

3. Células

Poste uma lista com o nome, bairro e local de todas as células da igreja. Tenha cuidado ao expor endereços na internet. Recomendamos que informe apenas o bairro onde ocorre a reunião. Assim, o visitante pode localizar a célula mais próxima de sua casa e entrar em contato em busca de mais informações. Como afirmamos na sugestão acima, o ideal é aproveitar os destaques do Instagram

4. Preview

Mostre às pessoas o que elas podem esperar de determinado culto ou evento. Poste uma foto do local no feed e escreva uma legenda como “Nosso culto das 19h está prestes a começar! Nesta noite o Pr. Noé vai trazer uma mensagem sobre fé e ousadia. Venha adorar a Deus com a gente!”. 

5. Tour pelo templo

Faça um tour em vídeo pelas instalações do templo e publique no IGTV. Lembre-se de filmar os espaços em uso (filmar cadeiras vazias não faz muito sentido, concorda?) e aplicar efeitos e transições para dar dinamismo ao clipe. Você também pode aproveitar o material para o site da igreja.

6. Contagem regressiva para eventos

Poste uma contagem regressiva (máximo de 10 dias) até a data do evento. Se o post for para o Instagram Stories, postar o número referente aos dias que faltam é suficiente. Se o conteúdo não for efêmero, você pode postar curiosidades sobre o evento (arte no feed), teasers de edições anteriores ou vídeos curtos em que os convidados do evento convidam o público a participar (ambos no Reels). 

7. #TBT de momentos marcantes

Aproveite o dia de #TBT (#ThrowbackThursday ou “quinta-feira da nostalgia”, em tradução livre) para recapitular momentos marcantes de algum evento da igreja.

Conteúdo inspirador

1. Letras de música

Poste, em uma arte gráfica estilizada, trechos da letra de uma música que o ministério de louvor canta com frequência. Para compor a arte, use uma foto da equipe de louvor. 

2. Mini vídeo sobre a mensagem do culto

Poste um vídeo curto com um trecho da mensagem do último culto. Se publicar no feed, lembre-se de respeitar a duração de um minuto e meio. Se escolher o Reels, não exceda 30 segundos. Lembre-se de colocar legendas.

3. Frase dita durante a mensagem

O pastor falou alguma mensagem marcante durante o sermão? Construa uma arte gráfica com ela e poste no feed.

4. Versículo 

Poste, no feed, uma arte gráfica estilizada com um versículo bíblico de encorajamento.

5. Testemunhos

Compartilhe testemunhos das pessoas que fazem parte da sua igreja. O relato pode vir em forma de um breve texto (acompanhado de uma foto) no feed ou de vídeo, no IGTV

6. Setlist dos cultos semanais

Crie uma playlist com as músicas tocadas em todos os cultos da semana e divulgue-a no Instagram Stories para os seguidores da igreja. Lembre-se de atualizar a playlist semanalmente. 

Conteúdo humanizado

1. Bastidores dos ministérios

Crie uma série de vídeos para mostrar os bastidores de cada ministério da igreja e publique-a no IGTV. Se o departamento escolhido for a Zeladoria, por exemplo, vale mostrar a equipe chegando à igreja mais cedo para organizar e limpar o local de culto. É importante alternar essas imagens com depoimentos dos voluntários, para o vídeo não ficar maçante. 

2. Gratidão pelos voluntários

Faça um post para expressar a gratidão da igreja aos voluntários. Você pode postar uma foto das pessoas em ação e, na legenda, escrever uma homenagem breve. Reconheça a dedicação deles em servir a igreja, as pessoas e o Reino de Deus. 

3. Celebração de aniversários 

O pastor está fazendo aniversário? Publique um post em homenagem a ele! Você pode produzir um vídeo com depoimentos dos membros e publicar no IGTV ou postar uma arte gráfica (com a foto dele) acompanhada de uma breve homenagem na legenda. Vale também produzir um Reels com trechos de clipes que mostram o pastor pregando, trabalhando em ações de assistência na comunidade local e interagindo com a membresia.

4. História de um casamento restaurado

Publique um vídeo no IGTV contando a história de um casal que teve o casamento restaurado por Deus. Para selecionar os personagens, peça a ajuda dos líderes do ministério de casais.

5. Conselhos 

Publique uma foto de um dos anciãos da igreja e, na legenda do post, reproduza um conselho que ele daria aos cristãos. Você também pode explorar essa ideia a partir de um vídeo curto no Reels.

Conteúdo educativo

1. Listas

Explore os carrosséis com posts educativos no formato de lista, como “X princípios bíblicos para uma vida de fé”, “X lições que a vida do personagem bíblico Y nos ensina” e “X atributos da pessoa de Deus”.

2. Séries de mensagens bíblicas

Produza uma série de mensagens bíblicas e publique um episódio por semana no IGTV. Lembre-se de criar uma capa para cada vídeo e de marcá-los com etiquetas.


Gostou das dicas para o Instagram da sua igreja? Assine nossa newsletter e receba conteúdos como este direto na sua caixa de entrada.