Sabemos que muitas igrejas começaram a transmissão online apenas após o isolamento. Este artigo vai mostrar os fatores mais importantes para que a sua igreja não pare nunca mais de transmitir o culto ao vivo. Confira!

Para algumas igrejas, essa mudança de presencial para digital exigiu um esforço bem grande e a quebra de alguns paradigmas. Muito se fala que as igrejas cresceram digitalmente, nesses 4 últimos meses, o mesmo que cresceriam em anos, se não tivessem enfrentado a pandemia.

O cenário digital global ainda está evoluindo rapidamente à medida que entramos no segundo semestre de 2020. Segundo Akamai, o tráfego global da Internet cresceu até 30% este ano. O isolamento continua a influenciar e remodelar vários aspectos da vida diária das pessoas.

Inegavelmente os cultos ao vivo vieram para ficar. Porém, se você ainda tinha alguma dúvida quanto a isso, escrevemos aqui 6 pontos que farão você refletir bastante para não deixar de transmitir o culto ao vivo nunca mais.

Conteúdo em vídeo

O vídeo da transmissão acaba virando um excelente conteúdo digital. A igreja é um lugar que produz muito conteúdo, mas infelizmente pouco é registrado. Antigamente as pessoas olhavam para álbum de fotos para saber mais sobre algo, hoje em dia você pode olhar e conhecer a igreja através de vídeos. É muito mais fácil entender a cultura de um lugar através de vídeos do que por meio de uma história contada.

Menos Barreiras

Durante o momento de pandemia enxergamos demais a força que a mídia digital tem e a importância dela para o Reino de Deus. Vimos muita gente evangelizando online e muitas igrejas captando novos membros através dos cultos ao vivo.

Cresceu muito a busca por uma religião e por Jesus na internet durante a quarentena. Bem como, vimos pessoas mais sedentas e em busca de respostas que antes não tinham tanta importância. Definitivamente o grande diferencial de um culto online é que o acesso à Palavra de Deus está à apenas um clique. Ou seja, criamos menos barreiras e menos esforços para pregar, aumentando a chance de alcançar cada vez mais pessoas.

Série de Ministrações

Já parou para analisar, durante todos esses anos de igreja, quantas vezes seu pastor deve ter falado sobre ansiedade, vícios, pecado e outros desafios do ser humano? É uma produção infinita de conteúdos edificantes!

Pode-se criar uma playlist no app, site da sua igreja ou YouTube com esses tópicos e dividi-los em categorias. Ou seja, quando uma pessoa for pesquisar por algo relacionado a essa dor, ela terá uma lista completa com mensagens de anos reunidas e arquivadas para abençoa-la. Não é demais?

Alternativa para os limitados

Muitos não frequentaram a igreja por conta da pandemia, com isso, transmitir um culto ao vivo foi a solução imediatada para que a Palavra de Deus fosse pregada.

É inimaginável o alcance da transmissão de um culto! Não apenas entramos na casa de cristãos como também em hospitais, locais de trabalho, asilos e todo e qualquer lugar que tenha um ponto de internet.

Mulher na cama de hospital assistindo culto ao vivo no celular

Pessoas debilitadas, no leito de um hospital, em suas casas isoladas ou até mesmo em lugares que jamais o evangelho teria a oportunidade de entrar fisicamente, virtualmente conseguimos! Tem ideia da quantidade de pessoas que foram beneficiadas com o aumento dessas transmissões? Consegue imaginar o alcance que as Boas Novas atingiram com todas essas mudanças? A igreja não parou e nem vai parar por conta de um vírus!

Interação com os membros

Como resultado do avanço da tecnologia, as plataformas digitais para igreja aprimoraram os layouts e interações durante os cultos ao vivo. Sendo assim, hoje o membro, de qualquer lugar que esteja assistindo, consegue interagir durante a transmissão como se estivesse dentro da igreja. Não é incrível? Com a plataforma inChurch ele pode expressar suas emoções através dos emojis enquanto ouve a pregação.

Doações online

Do mesmo modo que fisicamente, com os recursos digitais, a igreja ainda consegue permanecer recebendo o sustento para investir no Reino de Deus. Com o avançar da tecnologia, essas doações são possíveis de receber simultaneamente durante o culto ao vivo através de QR Code, app, site e links de pagamento.

Então cremos que muitas pessoas estão e serão ainda mais alcançadas ! Assim, quando os cultos presenciais voltarem ao normal, estamos certos de que precisaremos de mais cadeiras disponíveis para receber tanta gente.

Se a sua igreja ainda não possui um recurso para aumentar o alcance da audiência de seus cultos ao vivo, procure nossos especialistas e veja como a plataforma inChurch pode ajuda-los nesta missão.

Receba as melhores dicas de comunicação e gestão direto no seu e-mail