Erros mais cometidos na comunicação da sua igreja.

Sabemos que servir na Mídia da igreja não é uma tarefa fácil, visto que as plataformas e redes sociais estão em constante mudança e acompanhá-las é bastante complicado. Portanto, selecionamos os erros mais cometidos na comunicação da sua igreja.

1) Não polua seu perfil – não poste muito conteúdo em um curto espaço de tempo. Isso faz com que as pessoas parem de te seguir e não crie um laço de identificação com a sua página, ou seja, use e abuse dos novos recursos, como os stories e destaque para poder adicionar as programações cotidianas da sua igreja.

2) Use os melhores horários – pesquise sobre o melhor horário e qual conteúdo postar. Conforme os estudos sobre isso dizem que os melhores horários são às 11h, 15h e 18h. Porém, isso não é uma regra, até por que cada igreja tem seu público.

3) Não deixe seu seguidor falando sozinho – Certamente, é de extrema importância a interação. Inegavelmente, a troca com seus seguidores é uma força incrível e precisa ser explorada. Faça perguntas quando for postar uma foto e aproveite os recursos dos stories (que são constantemente atualizados.)

4) Tenha uma estratégia – Um erro comum é pensar que a presença nas redes não precisa de uma estratégia. É necessário, sobretudo, traçar um objetivo, pensar em um planejamento para programação e analisar seu público para maximizar o engajamento do usuário.

Escrevemos um artigo sobre isso: Notificações push: quer maximizar o engajamento do usuário?

Pense com quem você quer se comunicar e qual é o público que acompanha seu facebook/instagram? Vai usar as redes sociais como material evangelístico? Tenha atenção, equilibre suas postagens, sua escrita e sua maneira de interagir.

5) Comprar seguidores – Não façam isso! Há um risco muito alto de comprar seguidores que não são seu target e que destoam totalmente do perfil da igreja.

6) Não Abuse de foto de Banco de Imagem – Esse é um erro muito comum, muitas vezes pela correria não temos tempo para fazer fotos bonitas, e usamos o banco de imagens como suporte. Mas os seguidores querer ver a vida real, querem ver a “cara” da igreja, e a sua igreja, precisa investir em imagens. Está com dúvida? Leia esse artigo.

7) Por último, mas não o menos importante, não seja conservador em um espaço livre para a criatividade.

Agora que você já leu esse artigo e aprendeu sobre os erros cometidos na comunicação da sua igreja, você deve aproveitar as ferramentas que você tem nas suas mãos.

Aliás, se quiser saber sobre outras ferramentas que conseguem expandir o Reino de maneira incrível, clique aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *