Aplicativo nativo ou híbrido, saiba qual escolher.

aplicativo nativo ou híbrido? Saiba a diferença entre eles e tenha a tecnologia a seu favor.

Se sua igreja está em expansão, já passou da hora de você investir nesse recurso. Na verdade, a maioria das pessoas não sabem o impacto que esta escolha faz na rotina dos usuários.

Portanto, é essencial que a sua igreja invista em um aplicativo, pois os smartphones são principal forma de comunicação, nos dias de hoje.

Cada vez fica mais evidente quanto que os aplicativos entraram para agregar, inclusive na igreja cristã, e a sua denominação não deve ficar de fora.

Veja o que escrevemos sobre isso. 
Veja o que escrevemos sobre a igreja e as novas tecnologias

Primeiramente, podemos dizer que os apps nativos são desenvolvidos especificamente para Android, iOS e Windows Phone.

Desta forma, permitem uma melhor integração com os recursos dos aparelhos (câmera, microfone, bluetooth etc) e sempre se atualizam com as novidades de desenvolvimento e desempenho.

Bancos e empresas de telefonia, que precisam de alta performance, usam o aplicativo nativo, como por exemplo: Uber, Nubank e o Airbnb.

Os nativos são criados com as linguagens indicadas e personalizadas, ou seja, Kotlin ou Java para Android; Swift para iOS; C# ou VB para Windows Phone.

Entretanto, os aplicativos híbridos são os móveis construídos, geralmente, utilizando HTML + CSS + JavaScript.

Nós, da inChurch trabalhamos com apps nativos visto que, acreditamos que o potencial da sua igreja pode alavancar através desta ferramenta.

E então, entendeu a diferença básica entre o aplicativo nativo ou híbrido?

Aplicativos geram engajamento e tornam a sua igreja mais acessível aos membros e visitantes.

 

aplicativo nativo ou híbrido

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *