Site da sua igreja: 12 dicas do que não pode faltar.

Qual é o primeiro lugar que você vai quando quer pesquisar alguma coisa? Se você faz parte dos cerca de 4 bilhões de pessoas no mundo que estão conectadas a web, certamente você faz as suas buscas na própria internet.

E quando se trata de igreja, não é diferente. Quando as pessoas querem visitar uma denominação, um dos primeiros lugares que procuram são os sites. As pessoas querem ter uma experiência virtual antes de ir a algum lugar.

Com os membros também não é diferente. Quando eles querem saber mais sobre uma programação, atividade ou curso, quando querem aprender mais sobre um assunto, ou até mesmo quando querem assistir o culto online, eles buscam o site da sua igreja. Ou seja, o aplicativo ou site da instituição.

Por isso, o site da sua igreja precisa ser um centro de informações com diversos tipos de conteúdo, para pessoas que nunca foram e para os membros que estão com você há anos. Nesta era digital, é fundamental usar as plataformas  — site, blog, redes sociais, aplicativos — que a sociedade está usando. Você precisa estar onde o público está.

Se você quer criar um novo site ou quer melhorar o que tem, reunimos 12 dicas que todo site da igreja deve ter:

  1. Fotos

A maioria não investe em imagens de qualidade. Seu site precisa ter fotos dos espaços — templo, cantina, livraria, berçário etc — e das pessoas que frequentam e servem na sua igreja. Fotos genéricas podem ser enganadoras, falta autenticidade. Mostre como é a sua comunidade com fotos das pessoas que fazem parte dela. Tire fotos durante o serviço, de seus ministérios e até em reuniões, como pequenos grupos ou eventos. Desta forma, passará uma ideia do ambiente da sua igreja. E vale lembrar que realizar isso não tem muito a ver com equipamentos caros, já que smartphones registram belas fotos e é possível encontrar boas câmeras com preços acessíveis.

Conversamos com Jean Assis, líder do ministério de fotografia da Batista da Lagoinha, sobre impacto da fotografia na igreja. Vale conferir!

  1. Doações

Seu site precisa ter uma área dedicada que explique como funcionam as doações e que incentive as pessoas a apoiar o trabalho da sua igreja. Isto é importante, pois dá comodidade e segurança ao visitante/membro. Esta página também é um ótimo lugar para apontar outras páginas que, por exemplo, expliquem o impacto que a generosidade dos doadores teve, os resultados reais do seu ministério e alguns dos projetos que você espera realizar nos próximos meses e anos. O link para doações precisa estar em destaque, ser de fácil acesso, pois quando as pessoas se deparam com as pregações, eventos e outros conteúdos, elas podem ser inspiradas a doar, mesmo se não forem ao local físico.

  1. Líderes

As pessoas gostam de conhecer os líderes da igreja, saber o histórico deles. Tenha uma página com informações da sua equipe, com fotos de cada pessoa, breve histórico — concentre-se nas informações mais importantes e utilize de 100 a 150 palavras — e ministérios com os quais estão envolvidas. Mas, lembre-se: você não pode esquecer de mantê-los atualizados [fotos e textos]. Essa área do site é uma oportunidade para os visitantes e membros se sentirem mais conectados.

  1. Localização

Uma das primeiras coisas que um visitante em potencial espera saber em seu site é a sua localização. Isso é um fator importante para ajudá-los a decidir se vão a sua comunidade. Não apenas seu endereço deve ser destacado em sua página inicial, mas você deve incluí-lo no rodapé de cada página. Uma ótima opção é conectar seu site ao Google Maps para que as pessoas possam obter rotas rapidamente. Além disso, essas informações também são importantes porque o Google as usa quando as pessoas pesquisam coisas como “igrejas próximas a mim”. Se você não tiver essas informações básicas em seu site, você não será facilmente encontrado.

  1. Agenda

Outra coisa que os visitantes querem saber logo de cara é a programação da sua igreja. Os dias e os horários de cultos e atendimentos são informações valiosas, porque as pessoas podem facilmente encontrar o dia e horário que se encaixa melhor com suas agendas. Com a plataforma inChurch, poderá, inclusive, transferir a programação do site ou app para a agenda Google do usuário.

  1. Histórico

Potenciais visitantes estão procurando por uma igreja à qual possam se sentir conectados. Eles também podem estar procurando por um tipo específico de visão. É por isso que o seu site precisa ter uma página “Sobre”. O conteúdo precisa ser equilibrado, com informações básicas (como sua denominação, se você estiver vinculado a uma) e a história. Para te ajudar, você pode responder as perguntas: quando, onde, por que e como sua igreja começou. Você pode incluir a missão e a visão e, claro, falar a respeito daquele que é o nosso centro: Jesus. Nem todos que acessarem o seu site o conhecem, mas você pode ajudá-los com isso por meio de um link “Quem é Jesus?”.

  1. Contato

Quando você quer entrar em contato com alguma instituição, vai direto ao site ou pesquisa no Google. Por isso, o seu site precisa facilitar a comunicação com o usuário, pois ele espera encontrar um número de telefone, um endereço, um e-mail e, muitas vezes, um número de Whatsapp ou chat. Se você é especialmente responsivo nas mídias sociais, você pode incluir isso aqui também. E, embora os “formulários de contato” possam parecer chatos, eles são uma maneira simples das pessoas se comunicarem com você por meio de seu website, o que significa que elas não precisam ir a outro lugar.

E não deixe de incluir um espaço onde o usuário poderá informar sobre a decisão de aceitar Jesus e expor o seu testemunho!

  1. Pregações

Muitas vezes os potenciais visitantes tentam assistir alguma pregação antes de ir ao local. E a melhor maneira de ter uma experiência com a igreja é através das pregações. Existem várias maneiras de divulgar as pregações: vídeo, áudio, texto e transmissão ao vivo. Impactado pela pregação, a probabilidade da pessoa se deslocar é muito maior.

Esta página também é um bom lugar para convidar o usuário a baixar o aplicativo. Usar o app incentiva os visitantes a ter um envolvimento mais profundo com a igreja.

  1. Ministérios

O site deve ser um ambiente onde as pessoas podem explorar as principais atividades da sua igreja Ter uma página de “Ministérios” é essencial e deve apresentar o que cada um dos ministérios está realizando, porque eles existem, como eles se conectam com a missão e visão, e como se voluntariar. A plataforma inChurch tem um recurso que pode facilitar isso: o Envolva-se.

Lembre-se: nossas ações sempre falam mais do que palavras, ou seja, apresentar o que tem sido realizado traz credibilidade.

  1. Eventos

A sua igreja não pode se limitar a divulgar os eventos apenas nos cultos. A forma como você promove seus eventos dita o seu sucesso. Uma página dedicada a eventos no site facilita o compartilhamento do link para o seu evento, e também pode fornecer uma forma simples das pessoas se inscreverem no evento sem precisar de formulários. Conferências, retiros, batizados e outras reuniões são oportunidades para que os membros experimentem algo diferente e, geralmente, são um dos melhores momentos para convidar amigos e familiares que não costumam ir à igreja.

  1. Disponibilidade

As pessoas querem se conectar o tempo todo, mas muitas vezes tem vergonha de buscar ajuda e pedir uma oração. Então, por que não ter um lugar onde as pessoas podem pedir oração a qualquer momento? É uma sala de oração 24h.

  1. Identidade

O seu visitante não pode ter uma experiência online e se decepcionar. Nós já conversamos sobre ter fotos atuais da sua igreja (as pessoas e suas instalações), mas o branding vai além disso. É seu logotipo, sua linguagem, seu foco, suas imagens e cores, e a maneira como você escreve e representa a sua denominação para o mundo. Pode parecer insignificante, mas o branding diz respeito a identidade e como ela é reconhecida pelos visitantes e membros. É sobre ser quem você diz que é, online e pessoalmente.

Gostou das nossas dicas? Quer criar um site ou aperfeiçoar o seu com a inChurch? A plataforma integrada inChurch (site, app e totem) faz tudo isso e muito mais para a sua igreja. Fale com nossos especialistas

site da sua igreja

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *